terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Doutrinando a fé espírita



O espiritismo nasceu em 18 de abril de 1857, com o lançamento de O Livro dos Espíritos, abrindo as portas de um novo mundo, o mundo dos Espíritos.
De lá para cá tivemos muitos percalços pelo caminho, tivemos o auto de fé em Barcelona, onde uma remessa de livros destinado a capital espanhola, fora queimado em praça publica, revelando os resquícios da idade média, onde não mais podiam queimar homens tentaram incinerar ideias, posteriormente o processo dos espíritas, onde alguns espíritas franceses foram levados aos tribunais, foram tratados com desdém, preconceito e desrespeito, ultrajados moralmente.
Em terras brasileiras o preconceito de alguns, faziam com que centros espíritas funcionassem a portas fechadas, para que suas reuniões não fossem interrompidas por pedras de indivíduos fanatizados, ou ignorantes da doutrina espírita.
Médiuns foram tratados como portadores de doença mental, e fomos acusados de fabricar loucos.
Somos até os dias de hoje acusados de serviçais do demônio, por pessoas que desconhecem o espiritismo como doutrina, ou em sua essência, somos ainda confundidos como feiticeiros, com umbandistas, com adeptos do candomblé e com esotéricos, ou seja somos desconhecidos por muitos  ainda.
O espiritismo conforme divulgou o ultimo senso do IBGE, somos um total de dois milhões, só em terras brasileiras.
Muito se fala em doutrina espírita e ela ainda continua desconhecida mesmo entre seus adeptos.
Porque isso?
Porque foi criado o um mito de que Allan Kardec é difícil, é livro de estudo, que pra inicio do conhecimento do espiritismo tem que ler o livro tal ou qual, ou se lê o evangelho segundo o espiritismo diz “O evangelho dispensa comentários”. Ainda fazem do evangelho como a um analgésico que toma algumas gotas quando a dor vem.
Ou frequentamos cursos de espiritismo, e acreditamos que cada tomo concluído, evoluímos e nos candidatamos em uma área da casa espírita e estamos formados em espiritismo, ou adentramos a uma fraternidade, e somos conhecedores do espiritismo.
O dia a dia, tem demonstrado essa falta de eficácia.
Tal qual deve ser sentido o espiritismo, deve ser compreendido pelos adeptos ou iniciantes.
Baseado nesta proposta que mergulharemos na substancia doutrinaria, para rever juntos certos pontos e rever conceitos, para que possamos divulgar com propriedade.
E acima de tudo amor, amemos nossa doutrina comecemos pelo começo e o começo chama-se Kardec.
Quem se interessar em conhecer o Espiritismo leia o pouco conhecido "Obras Póstumas", veja como Kardec aprendeu a ver e entender os Espíritos, como foi se estruturando a doutrina espírita.
Depois mergulhe em "O que é o espiritismo", e veja como Kardec refuta com maestria e simplicidade, velhos, atuais e ingênuos argumentos sobre fatos e pensamentos espírita.
Ai sim se amou: mergulhe no Universo chamado "Livro dos Espíritos", neste universo descobrira  um livro Sábio, pois encontrara perguntas de Alta profundidade expressas na maior simplicidade, e respostas objetivas com simplicidade e alta profundidade e conceito da realidade doutrinaria, a base nasce dele e gira em torno dele : Poderia compará-lo ao Sol, pois toda obra Espírita emana dele e gira em torno dele.
Se banhou-se e foi beijado pelos raios solares de o "Livro dos Espíritos", beba do Conhecimento cristalino de:"O Livro dos Médiuns", dele flui a água que sacia a sede do conhecimento, do saudável intercâmbio entre dois mundos, funciona como mapa seguro a conduzir-te ao nosso mundo original e esquecido pelo mergulho na carne que é o mundo Espírita ou dos Espíritos, tem como função de vacinar-nos contra equívocos que tenhamos como percalços, é a bússola a conduzir-te pela estrada da evolução da Mediunidade com destino a felicidade.
Após banhar-se pelos Raios de Sol Espírita, Beber a Água do Conhecimento, vista-se de Amor em "O Evangelho Segundo Espiritismo", vestir-se do amor , e fazer a opção  de mudança de postura, e de imergir para dentro de si mesmo, descobrindo-se, curando-se pelo amor para com você e para com o mundo,  para com semelhante, com a natureza que faz parte de ti e você dela. 
Permita que ele vista seu pensamento, que vista sua visão, que vista seus atos e ele te colocará frente a frente com Deus , que esta em ti.
Depois destas inigualáveis descobertas reveja seus conhecimentos sobre Céu e Inferno, com o verbo do professor Kardec, que te ensina um mundo novo, te conduzindo a pensar te convidando a raciocinar, e descobrir que fé inabalável é aquela que "será capaz de enfrentar a razão face a face em todas épocas da humanidade", e entenda a sutilidade da ação da Justiça Divina em nossa vida e além do que chamamos vida.
E após colocar em si as bases de fé inabalável permita que: "A Gênese" te conduza a revisão de tudo que tenha visto e ouvido, e sentiras que doutrinou sua fé espírita, se algo ainda te faltar, reviva tudo em seu ser, e viva , a divina mensagem de Jesus, nosso Mestre, nosso Insuperável guia e Modelo.
A nosso irmão Jesus nossa inenarrável gratidão e a Kardec seu nobre Discípulo o nosso reconhecimento de quem tenta seguir vossos passos.


2 comentários:

  1. que bom ter acesso a um texto tão didático... conheço muitas pessoas céticas quanto ao espiritismo, tão céticas que me espanto com seus comentários... bom, quanto a mim sempre senti afinidade com o espiritismo, embora só tenha ido uma vez a um centro espírita, que foi por ocasião da minha formatura, pois uma das formandas era espírita... mas, através das mensagens espíritas consigo encontrar alguma luz,embora tenha iniciado meus estudos em colégio católico e acreditar e seguir alguns ensinamentos católicos, foi através do espiritismo que comecei a compreender os ensinamentos de Jesus... é através do espiritismo que tento me encontrar e melhorar... tenho tentado encontrar algumas respostas, mas confesso que me sinto perdida e que, no momento, não sei o que fazer... são acontecimentos que me deixam com o coração pequenininho... ele até melhorou (o coração)... em determinado momento achei que ele fosse sumir de tanta tristeza e amargura, mas sabia que se eu me entregasse a ela eu sucumbiria na minha evolução e pedi muita ajuda aos bons espíritos e à minha, já falecida mãe...senti revolta, a vontade que eu tinha era gritar, era quebrar... enfim, mas, felizmente os bons espíritos tem me ajudado... em sonho algum tempo depois minha mãe disse: "você me chamou, eu vim", e a frase me marcou...também já senti o colchão de minha cama abaixar enquanto eu dormia, acordei, mas não olhei, apenas pensei "se for um espírito é um espírito bom!" e voltei a dormir, mas senti quando levantou e o colchão subiu, como se alguém tivesse sentado e levantado... eu acredito nos espíritos e sei que eles estão ao meu lado o tempo todo me orientando, e já tive várias demonstrações... mas ainda busco uma resposta para o meu momento atual...

    ResponderExcluir
  2. Interessante a matéria, tomando como base as indicações da literatura acima, os simpatizantes da doutrina , adquirirão conhecimentos importantes para entender o Espiritismo.

    ResponderExcluir