quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Reencarnação : Do mundo dos Espíritos á mundos materiais...




344. Em que momento a alma se une ao corpo?
– A união começa na concepção, mas não se completa senão no instante do
nascimento. Desde o momento da concepção, o Espírito designado para tomar
determinado corpo a ele se liga por um laço fluídico que se vai encurtando cada vez mais,
até o instante em que a criança vem à luz; o grito que então se escapa de seus lábios
anuncia que a criança entrou para o número dos vivos e dos servos de Deus.


345. A união entre o Espírito e o corpo é definitiva desde o momento da concepção?
Durante esse primeiro período o Espírito poderia renunciar a tomar o corpo que lhe foi
designado?
– A união é definitiva, no sentido em que outro Espírito não, poderia substituir o que
foi designado para o corpo, mas, como os laços que o prendem são mais frágeis, fáceis de
romper, podem ser rompidos pela vontade do Espírito que recua ante a prova escolhida.
Nesse caso, a criança não vinga.

Existe dois livros que abordam o tema com uma maestria inigualável  o mais comentado é Missionários da Luz de André Luiz no capitulo intitulado Reencarnação  , onde em mais de 50 paginas ele descreve o processo e planificação da encarnação de Segismundo, o segundo é Temas da Vida e da Morte do Espirito Manoel Philomeno de Miranda, que pessoalmente acho mais sintético e mais geral, pois vai atender a nossa realidade mais próxima, o que farei é uma síntese do conhecimento oferecido por Kardec, André Luiz e Manoel P. de Miranda.

Sabemos com todos os três que a encarnação se inicia no momento em que o óvulo é fecundado, mas como se dá esse processo obedecendo as leias da genética?

Temos no Espirito o inconsciente, que utilizando a linguagem de hoje funciona como um HD  para computadores, ou seja o seu disco rígido ou central de armazenamento de informações, que é gerenciado  por nossa consciência, do inconsciente  surgem nossas tendencias tanto boas quanto más, nossas aquisições e culpas.
As tendencias nos endereçam á pessoa ou pessoas a qual nos sintonizamos, isso em circulo restrito ou em amplo sintonizando-nos no bairro, cidade , estado, País e Planeta.

Essa sintonia atua também no processo da encarnação o Espirito ligado por meio de energia espiritual ao óvulo de sua mãe, atraindo como um imã potente entre milhões de espermatozoides o que lhe oferece ais informações genéticas de sua consciência , e com a fecundação o Espirito é conduzido pelo automatismos do perispírito entrelaçado a genica de seus pais um desenvolvimento a partir de seu Modelo Organizador Biológico ou seja o popularmente conhecido no meio espirita como perispírito... 

É neste corpo espiritual dotado de plasticidade e moldável individualmente por nossa consciência livre ou culpada as impressões que nos acompanharam ao longo da vida...

Pedro o apóstolo amado de Jesus asseverou , "O amor cobre a multidão de pecados.", devido a esta plasticidade a medida que vamos assimilando e vivendo o amor por nós e pelos outros nossa consciência vai  a cada progresso nos libertando e esta libertação no hoje ou construção vai mudando o nosso futuro ...

Se caminhamos rumo a aquisição e transformação do nosso entender , sentir e viver o amor , constuimos o nosso futuro caminhamos sempre para frente, o passado pode ser o algóis de nosso hoje, mais o amor no agora é a chave das correntes que nos prende a ele ...

Não existem encarnações milimetricamente planejadas, mas genericamente planejadas , minutos e decisões  podem altera-la, pois podemos estacionar ou progredir , depende de nós...

Segundo Manoel P. de Miranda o primeiro período da reencarnação até os sete anos o Espirito reencarnado vive como se tivesse um pé na realidade espiritual e o outro na realidade física  por isso é muito comum a visão de amigos invisíveis ou espirituais nesse período, este seria o período mais maleável, por isso o mais importante da educação, pois ele vai receber a educação de seus pais através do que vê, por isso se faz necessário que os pais façam o dizem, pois o que é lido por eles são as atitudes.

O segundo vai dos sete até o desenvolvimento da glândula pineal , glândula essa que funciona como uma antena de nosso inconsciente, com o corpo e com o mundo espiritual, este momento onde ressurge o homem velho o Espirito que excursiona pelo universo milênios afora com o homem renascido em nova encaração, este período que se dá na adolescência é o gerador do conflito psicológico da identidade e de sua auto afirmação no mundo e para o mundo que o levará para a idade adulta...

A idade a adulta ou o terceiro período da encarnação seria á aquisição de responsabilidade...

Abrindo um parêntesis se formos meditar profundamente  esses períodos retrataram nosso estagio Espiritual, infantil que assimila o que vê nas atitudes e copiando para i estas ações, a aquisição do conhecimento, o uso do conhecimento em nossa vida, a busca de nossa responsabilidade individual e o assumir a nossa responsabilidade em assumir a nossa parte na obra da criação...



132. Qual é a finalidade da encarnação dos Espíritos?
– Deus a impõe com o fim de levá-los à perfeição: para uns, é uma expiação; para outros, uma missão. Mas, para chegar a essa perfeição, eles devem sofrer todas as vicissitudes da existência corpórea: nisto é que está a expiação. A encarnação tem ainda
outra finalidade, que é a de pôr o Espírito em condições de enfrentar a sua parte na obrada criação. 
E para executá-la que ele toma um aparelho em cada mundo, em harmoniacom a sua matéria essencial, a fim de nele cumprir, daquele ponto de vista, as ordens de Deus. E dessa maneira, concorrendo para a obra geral, também progride.

A ação dos seres corpóreos é necessária à marcha do Universo. Mas Deus, na sua sabedoria, quis que eles tivessem, nessa mesma ação, um meio de progredir e de se aproximarem d’Ele. É assim que, por uma lei admirável da sua providência, tudo se encadeia, tudo é solidário na Natureza.






Bibliografia: 
Livro dos Espíritos Questões: 344,345 e 132
Temas Da Vida e da Morte de: Divaldo Pereira Franco e Manoel Philomeno de Miranda
Missionários da Luz - Capitulo Reencarnação de : Francisco Candido Xavier e André Luiz.
Roteiro Capitulo : Perispírito de : Francisco Candido Xavier e Emmanuel. 


4 comentários:

  1. Adorei!
    Linguagem simples de fácil entendimento
    Estou add como minha leitura diária
    Muito obrigado que a paz de nosso senhor Jesus esteja sempre com vc!
    Que assim seja!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é um grande incentivo para continuar...
      Paz e bem!

      Excluir
  2. Gostei muito e pude tirar algumas dúvidas achei muito legal saber que o espírito q vai encarnar tem contato com a mãe desde a concepção. Meu marido e eu vamos tentar ter nosso primeiro bebê ano que vem e tenho orado a noite ao espírito que será meu filho ou filha para que ele ou ela saiba o quanto esta sendo desejado e que será muito amado. Faço certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz sim Flávia e isso é muito importante pra ele ou ela...
      Corverse fale de amor e com amor, essas crianças que chegam chegam cada dia com mais lucidez espiritual...
      Via crianças quando eu era criança que ficavam dias para podere abrir os olhos...
      O meu filho quando peguei ele minutos após o parto ele olhou em meus olhos, como se me econhecesse levando-me a uma inenaravel e inesquecivel emoção...
      Abeçoada seja por ser Mãe e estar ao lado de Deus co-criando vida materia...
      Que o amor que promove a paz em louvor do bem seja a base da educação deste Espirito que renasce em vossos braços...

      Excluir